Gestão de Pessoas na Administração Pública Brasileira: uma análise sobre sua evolução histórica e o atual contexto em transformação

Maria Cecilia Ferreira Pinto, Francielle Molon da Silva

Resumo


Atualmente a administração pública brasileira vem buscando uma transformação, tentando quebrar o engessamento herdado do modelo burocrático para vir a consagrar uma nova forma de gestão, sustentada por princípios compatíveis com as exigências do contexto socioeconômico mundial. No decorrer deste trabalho abordamos, a partir da revisão de literatura, os diferentes modelos, instrumentos e tecnologias gerenciais oriundas da administração privada, e que são reproduzidos na gestão da esfera pública, analisando-os sob a ótica da gestão de pessoas. Estudamos sua evolução e as novas práticas que se formalizam quando o Estado institui a Política Nacional de Desenvolvimento do Pessoal através do Decreto 5707/06. A relevância de estudos como este se justificam pelo fato de contribuir para a discussão do tema da gestão de pessoas e de sua função estratégica para que a administração pública cumpra o papel que a sociedade almeja. Ao final da discussão identifica-se que a reforma da administração pública brasileira passa obrigatoriamente pela gestão de pessoas, uma vez que são elas, as pessoas, o elemento essencial das organizações e é através delas, portanto, que se deve impulsionar toda e qualquer mudança. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.