SISTEMAS DE GOVERNANÇA E RISCOS DE OPORTUNISMO NAS PARCERIAS PÚBLICO PRIVADAS DA ESFERA MUNICIPAL

  • Rehbein, Airton Roberto TCE-RS
  • Souza Júnior, Roberto Tadeu de TCE-RS
Palavras-chave: Governança, Parcerias Público-Privadas, Município, Sistema de governança, Riscos de oportunismo

Resumo

.

Biografia do Autor

Rehbein, Airton Roberto, TCE-RS

Auditor Público Externo/TCERS.
Mestre em Controladoria/UFRGS.
MBA em PPPs e Concessões/FESPSP.

Souza Júnior, Roberto Tadeu de, TCE-RS

Auditor Público Externo/TCERS.
Mestre em Administração/UFRGS.
Especialista em Regulação de Serviços Públicos/UFRGS.
MBA em PPPs e Concessões/FESPSP.

Referências

Bagé - RS. Lei Municipal nº 5.812, de 19 de outubro de 2017. Institui o Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas, cria o Conselho Gestor e dá outras providências. Disponível em http://www.ceaam.net/bage/legislacao/.

BALBINOTTO NETO, Giacomo. SOUZA JÚNIOR, Roberto Tadeu (2006). A Necessidade de Agências Reguladoras sobre a Perspectiva da Nova Economia Institucional. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, v.5, n.2.

Bento Gonçalves – RS. Lei nº 6.286, 26 de setembro de 2017. Institui o Programa de Parcerias Público-Privadas do Município de Bento Gonçalves e dá outras providências. Disponível em http://www.camarabento.rs.gov.br.

_________________. Decreto nº 9.658, de 23 de novembro de 2017. Aprova Regimento Interno do Conselho Gestor do Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas de Bento Gonçalves - CGPPP e dá outras providências. Disponível em http://www.camarabento.rs.gov.br.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. 292 p.

Brasil. Lei nº 11.079, de 30 de dezembro de 2004. Institui normas gerais para licitação e contratação de parceria público-privada no âmbito da administração pública. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 31 dez. 2004. Seção 1.

Brasil. Tribunal de Contas da União. Referencial básico de governança aplicável a órgãos e entidades da administração pública / Tribunal de Contas da União. Versão 2 - Brasília: TCU, Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, 2014. 80 p.

Cachoeirinha - RS. Lei nº 3.034, de 06 de agosto de 2009. Dispõe sobre o Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

_______________. Decreto n° 6.365, de 12 de dezembro de 2017. Regulamenta a Lei Municipal nº 3.034/09, definindo composição do Conselho Gestor de Parceria Público Privada de Cachoeirinha, seu Regimento Interno e dá outras providências. Disponível em http://sistemas.cachoeirinha.rs.gov.br.

Canoas - RS. Lei nº 5.046, de 26 de dezembro de 2005. Dispõe sobre o Programa Municipal de Parcerias Público-Privada (PMPPP), cria o Comitê Gestor de Parcerias Público Privadas do Município de Canoas - CGPPPCAN - e autoriza o Poder Executivo a instituir o Fundo de Garantia de Parceria Público Privada Municipal. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

__________. Lei nº 5.749, de 21 de junho de 2013. Altera a Lei nº 5.046, de 26 de dezembro de 2005, e dá outras providências. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

__________. Decreto nº 231, de 26 de junho de 2013. Nomeia a Comissão de Operacionalização dos Projetos de Parceria Público-Privada no âmbito do Município de Canoas. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

__________. Decreto nº 246, de 15 de julho de 2013. Regulamenta a Lei nº 5.046, de 26 de dezembro de 2005, que dispõe sobre o Programa Municipal de Parcerias Público-Privada. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

COX, Gary. McCUBBINS, Matthew (2001). The Institutional Determinants of Economic Policy Outcomes. In President and Parliaments, Haggard and McCubbins. Cambridge: Cambridge University Press.

GIOSA L (2004). Los Presupuestos Participativos: uma contribuición a la Gobernanza urbana y a los objetivos de desarrollo del milenio. Cabannes, Yves; Campaña Mundial Sobre Gobernanza Urbana; ONU. Disponível em: < http://www.op-portugal.org /downloads/CT-139.PDF>. Acesso em: 30 nov. 2018.

LEVY, Brian. SPILLER, Pablo (1996). A Framework for Resolving the Regulatory Problem. In. LEVY, Brian. SPILLER, Pablo. Regulations, Institutions anda Commitement: comparative studies of telecommunications. Cambridge: Cambridge University Press, p.1-36.

NORTH, D (1994). Institutional Change: a framework of analysis. Economic Working Paper Archive at WUSTL, 23p. december.

NORTH, D (1993). The New Institutional Economics and Development. Economic Working Paper Archive at WUSTL, 8p. september.

Novo Hamburgo - RS. Lei nº 1.408, de 31 de maio de 2006. Dispõe sobre o Programa de Parcerias Público-Privadas de Novo Hamburgo - PPP Novo Hamburgo, e dá outras providências. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

Passo Fundo - RS. Lei nº 5.191, de 19 de janeiro de 2016. Dispõe sobre normas específicas para licitação e contratação de Parcerias Público-Privadas (PPP) no âmbito do Município de Passo Fundo, institui o Programa Municipal de PPP, e dá outras providências. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

PAVÃO. Nara de Carvalho (2008). Instituições, Credibilidade e Governança Regulatória no Brasil. Um estudo de caso do desenho da regulação nos setores de telecomunicações e eletricidade. Dissertação de Mestrado. São Paulo: Universidade de São Paulo.

Porto Alegre - RS. Lei nº 9.875, de 8 de dezembro de 2005. Dispõe sobre o Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas, cria o Comitê Gestor de Parcerias Público-Privadas do Município de Porto Alegre – CGPPP/POA - e autoriza o Poder Executivo a instituir Fundo de Garantia de Parceria Público-Privada Municipal - FGPPPM. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

______________. Decreto nº 19.736, de 2 de maio de 2017. Institui o Programa Municipal de Parcerias (PROPAR/POA), o Conselho Gestor do Programa de Parcerias (CGP), e revoga os Decretos nº 15.370, de 17 de novembro de 2006, e nº 15.448, de 10 de janeiro de 2007. Disponível em http://www2.portoalegre.rs.gov.br.

RIBAS, Lidia Maria. LOPES GODOY, Zaide de Andrade (2013). Governança Regulatória: cooperação e parcerias para o desenvolvimento sustentável. Disponívelem. Acesso em: 01 dez. 2018.

Sapucaia do Sul – RS. Lei nº 3.812, de 26 de dezembro de 2017. Institui o Marco Regulatório dos Programas de Parcerias Público-Privadas no âmbito do Município de Sapucaia do Sul e estabelece outras providências. Disponível em https://leismunicipais.com.br.

SPILLER, Pablo (1996). Institutions and Commitment, Industrial and Corporate Change. Oxford University Press.

SPILLER, Pablo. TOMMASI, Mariano (2007). The institutional Foundations of Public Policy in Argentina. Cambridge.

SPILLER, Pablo. TOMMASI, Mariano (2005). The institutions of Regulation: An application to Public Utilities. In. MENARD, Claude. SHIRLEY, Mary M. Handbook of New Institutional Economics. Springer. US.

VÂNIA, L (2006). Senado Federal-Gabinete da Senadora. Goiânia. Acesso em: 28 nov. 2018.

WILLIAMSON, Oliver (1991). Comparative Economic Organization: the analysis of discrete structural alternatives. Administrative Science Quarterly. v. 36, n.1, p. 269-96.
Publicado
01-08-2019